domingo, 4 de outubro de 2009

Sivuca & Hermeto

Na garoa dessa tarde
sinto a morte me vir lembrar
que por hoje alegria foi bastante
e a tristeza da noite é par

É fato, hoje me alegrei
ri comigo mesmo
pro meu bem me confessei

Não há chuva que apague
nem trovão que me ponha medo
o Amor chegou e já está em casa
e fez da tristeza engano ledo.

3 comentários:

Márcio Calixto disse...

Cacete, que poema lindo. Você acertou em cheio. Boas rimas, uma nova temática, a coisa ficou maravilhosa! Muito boa mesmo. Vc tá mandando a ver!!!

Cerestino disse...

E lindo foi como ele veio. Simplesmente comecei a ouvir Sivuca na sanfona e Hermeto Pascoal no piano. E deixei minhas mãos livres.

Deu nisso.

Vou tentar fazer isso mais vezes.

Wallace da Silva disse...

Muito lindo o poema! Artes trabalhando em conjunto. Música e poesia, combinação perfeita da alegria e razão de viver da boemia. Muito bom mesmo!

Comentário Rápido