sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Sexta às nove (19)

Sua dose semanal de remédio musical.



O mundo pensava que sabia o que era o Jazz.

Até Miles Davis chegar com Kind of Blue.

Aproveite!

8 comentários:

Márcio Calixto disse...

Miles é meu jazzista preferido. Encontre my funny valentine, é lindo.

Tenho um amigo que escreveu um livro só aquele solo inicial.

Márcio Calixto disse...

Falei besteira, é rondu midnight

Márcio Calixto disse...

Mais besteira, é round midnight, agora digitei certo

Wallace da Silva disse...

O cara é fera mesmo! Jazz é o melhor estilo que existe e ele é um dos melhores jazzistas que existem! Parabéns Cerestino! Ótima escolha.

J.Lk. disse...

JAzz não é o melhor ritmo q existe...

Esse cargo foi eternizado pela Bossa Nova, a quem todo o mundo se rende!

Márcio Calixto disse...

Mas aí é que está o fato, o jazz tá pra bossa como a bossa está para o jazz. Eles se conversam diretamente. Mas possuem lá suas independências. Os dois são fantásticos mesmo. Mas há vezes que o minimalismo da bossa me irrita.

Wallace da Silva disse...

Calixto disse tudo!

Cerestino disse...

Com todo respeito a Bossa Nova não é minimalista. Esta é a impressão que se tem ao ouví-la desapercebidamente.

É só parar para estudar e analisar seus elementos para que o minimalismo aparente caia por terra.

Bossa Nova é como o poeta de Fernando Pessoa: Uma fingidora!

=]

Comentário Rápido